Smartphones: Samsung cresce, Apple despenca

As vendas globais de smartphones para usuários finais alcançaram 344 milhões de unidades no segundo trimestre de 2016, aumento de 4,3% sobre o mesmo período de 2015. Segundo o Gartner, responsável pelos números, as vendas de todos os tipos de telefones móveis caíram 0,5%, sendo que apenas cinco entre os 10 maiores fabricantes registraram crescimento – quatro chineses (Huawei, Oppo, Xiaomi e BBK) e a sul-coreana Samsung.

“A demanda por smartphones premium desacelerou no segundo trimestre de 2016 porque os consumidores estão esperando lançamentos de novos hardwares para a segunda metade do ano”, diz Anshul Gupta, diretor de pesquisa do Gartner. O declínio nas vendas dos chamados “feature phones” (-14%) reforçou o declínio das vendas globais de celulares no trimestre.

Todos os mercados maduros, exceto o Japão, observaram desaceleração da demanda por smartphones – declínio nas vendas de 4,9%. Em contrapartida, todas as regiões emergentes, exceto América Latina, mostraram crescimento das vendas de smartphones de 9,9%.

A Samsumg não só continua liderando o mercado como expandiu sua parcela, crescendo de 21,8% das vendas no segundo trimestre de 2015 para 22,3% no mesmo período deste ano, ou 76,7 milhões de unidades. A Apple, por sua vez, caiu de 14,6% para 12,9% (44,3 milhões de unidades). A Huawei aparece em terceiro, com 8,9% de share e 30,6 milhões de unidades vendidas.

A queda da Apple é que mais chama atenção. A queda foi registrada tanto na América do Norte, onde a empresa é sediada, como na Europa Ocidental, embora os maiores declínios estejam na China e na Ásia, chegando a -26%.

Em termos de sistema operacional, o Android (do Google) recuperou participação sobre o iOS (da Apple) ao alcançar uma participação de 86% no segundo trimestre de 2016. O desempenho do Android vem da demanda por smartphones de médio e baixo preço, principalmente em mercados emergentes, mas também nos aparelhos mais caros, que registaram aumento de 6,5% no trimestre.

Fonte: Portal do Canal

Veja 10 dicas que podem tornar seu iPhone mais seguro

A empresa russa de softwares de segurança para internet Kaspersky Lab divulgou 10 dicas para aprimorar manualmente a segurança e privacidade dos iPhones. Embora a Apple sejam conhecidos pela segurança de seus produtos, uma série de vulnerabilidades podem ser solucionadas seguindo as dicas abaixo:

1) Utilize uma senha forte, em vez do código de 4 dígitos

Um senha complexa, combinando números letras e símbolos em vez do simples código pin de 4 dígitos é uma boa opção para manter seu celular seguro. A Kaspersky Lab também recomenda a ativação da opção “apagar dados” após 10 tentativas – é bom ter em mente que essa opção é irreversível e caso o número de tentativas exceda as 10, não será possível recuperar os dados contidos no aparelho.

Para que serve? Reduzirá a probabilidade de um criminoso adivinhar a sua senha.

Onde é ativada esta opção? Vá em Definições, Touch ID e código, Solicitar: de imediato, código

2) Desative as notificações na tela bloqueada

Quanto menos informação seu iPhone mostrar na tela bloqueada, mais seguros estarão os seus dados, mensagens, emails e informação de aplicações que contenham informações sensíveis, como códigos, conversas privadas, dados financeiros, etc.

Para que serve? Evitará que desconhecidos vejam a informação que aparece na sua tela bloqueada.

Como ativar esta opção? Vá a Definições, Touch ID e código, seção: permitir acesso enquanto estiver bloqueado.

3) Ative a verificação dois fatores do iCloud e Apple ID

É recomendável que o usuário do iPhone ative, sempre que disponível, a verificação em dois fatores nos serviços do iCloud e Apple ID. Quando configurar a verificação, poderá registrar um ou mais dispositivos (sobre os quais tiver o controle), que receberão um código de verificação de 4 dígitos através de SMS ou do serviço de Find My iPhone. Assim, cada vez que acessar o Apple ID, iCloud ou comprar alguma coisa no iTunes ou App Store, deverá verificar a sua identidade introduzindo a senha e o código de verificação de 4 dígitos.

Para que serve? Esta opção evitará que uma pessoa não autorizada acesse suas contas.

Como ativar esta opção? Vá em https://appleid.apple.com/pt/ Gestão da ID da Apple; ID da Apple e senha; Verificação de dois fatores

4) Desative a Siri na tela bloqueada

O assistente pessoal Siri infelizmente pode revelar determinada informação que você pode preferir manter privada – mesmo com a tela bloqueada, já que o assistente pessoal permite a comunicação com qualquer pessoa, não só com o dono do aparelho. A recomendação dos russos é evitar que ele seja ativado com a tela bloqueada.

Para que serve? Evitará que alguém obtenha informação do seu smartphone utilizando a Siri.

Como ativar esta opção? Vá a Definições, Touch ID e código, seção: permitir acesso enquanto bloqueado, Siri: desativado.

5) Desative a sincronização automática com iCloud

Os russos recomendam a desativação manual do serviço de sincronização. Quando o está telefone sincronizado com o iCloud, a informação contida nele é guardada e não desaparece, nem sequer se for apagada de forma local. O mesmo acontece com quase todos os tipos de arquivos e informação dos iPhones e do iCloud: mensagens, contatos, notas e documentos. Tudo se sincroniza automaticamente, a menos que desative esta opção.

Para que serve? Reduzirá o risco da sua informação, armazenada nos servidores do iCloud, ser violada se você perder algum dos seus dispositivos da Apple

Como desativar esta opção? Vá a Definições; iCloud.

6) Desative as ligações Wi-Fi automáticas para redes conhecidas

Existe a possibilidade de que criminosos criem suas próprias redes wireless falsas, usando o mesmo nome que os pontos de acesso de confiança, o que pode permitir o roubo de todos os seus dados.

Para que serve? Reduz o risco de ligação a redes wireless maliciosas.

Como ativar esta opção? Vá a Definições, Wi-Fi, perguntar antes de acessar: ativado.

7) Habitue-se a usar VPN

Apesar da maioria desses serviços serem pagos, uma Rede Privada Virtual (VPN) é uma ferramenta fundamental para todos os usuários do iPhone que se ligam a diferentes redes wireless, incluindo as desconhecidas.

Para que serve? As VPN codificam o tráfego de entrada e saída dos dados da Internet, tornando-os impossíveis de interceptar e analisar.

Como ativar esta opção? Vá a Definições; Geral, VPN, Adicionar configuração VPN.
PS: Toda a informação que adicione será dada pelo seu fornecedor de VPN.

8) Desative o uso de cookies no seu browser

Os cookies podem conter informações sobre você, o seu computador, o seu smartphone, suas preferências, dados de acesso, ou seja, informações sensíveis que, em mãos erradas, podem causar algum estrago. Desativar o uso de cookies vai tornar sua navegação mais lenta, porém mais segura.

Para que serve? Reduzirá o risco de um uso não autorizado dos seus dados de início de sessão e outros dados privados que se armazenam nos cookies.

Como desativar esta opção? Para Safari: vá a definições, Safari, Privacidade e Segurança, não rastrear: ativado, Bloquear cookies: sempre. Para outros browsers, faça o mesmo na configuração de cada um.

9) Apague a opção de autopreenchimento nos seus browsers.

Um sistema similar ao uso de coockies: se alguém roubar seu iPhone, terá a possibilidade de acessar a muitas das suas contas com as suas credenciais que estarão autopreenchidas em um navegador operado por um criminoso.

Para que serve? Reduzirá o risco de alguém iniciar sessão em páginas web com os seus dados, no caso de o seu iPhone cair em mãos alheias.

Como desativar esta opção? Para Safari, vá a Definições; Safari; Geral, Passwords e autopreenchimento. Para outros browsers: faça o mesmo na configuração de cada browser.

10) Não deixe que as suas aplicações acessem contatos, fotos, mensagens e outros dados privados

No iOS 8 existe um número significativo de ferramentas e funções às quais podem acessar as suas aplicações: GPS, aplicativos de mensagens e até novos teclados.

Para que serve? Terá a certeza de que empresas multinacionais como o Google ou o Facebook não saibam onde está, o que está fazendo ou qual é a sua pizza favorita.

Como ativar esta opção? Vá a Definições; Privacidade.

(Fonte: Olhar Digital)